Morre aos 83 anos, Guido Araújo, criador da “Jornada Internacional de Cinema da Bahia”

27 de setembro de 2017 / Atualizado em 27 de setembro de 2017
Compartilhar

Morre aos 83 anos, Guido Araújo, criador da ‘Jornada Internacional de Cinema da Bahia’

Morreu, nesta quarta-feira (27), aos 83 anos, o cineasta, cineclubista e professor Guido Araújo, criador da “Jornada Internacional de Cinema da Bahia”. O artista, nascido em Castro Alves, no Recôncavo baiano, estava internado no Hospital Português. Amigos, admiradores e personalidades usaram as redes sociais na manhã desta quarta (27), para lamentar a morte. “Perdemos mais um amante do cinema, da democracia e da justiça social. Guido sempre esteve à frente destas lutas. Sua vida foi uma jornada de jornadas pelo cinema e por um mundo melhor”, escreveu o professor e ex-secretário de Cultura da Bahia, Albino Rubim, lembrando que conheceu Guido na antiga Escola de Biblioteconomia e Comunicação nos tempos da ditadura militar. “Ele era esperança e militância em tempos tão duros e em uma universidade, naquele momento, tão calada e amedrontada. Guido animava política e culturalmente a EBC em suas aulas e principalmente por sua energia e imaginação de jornadas e de eventos. Ele era ar é vida em tempos tão duros e difíceis. Toda uma geração deve sua formação cinematográfica à Guido Araújo, um verdadeiro mestre e doutor, sem tais formalidades universitárias. Sua vida, sua dedicação ao cinema e à luta por um mundo melhor, continuam a nós dar esperança nestes tempos novamente desafiadores”, acrescentou. Em abril deste ano, Guido Araújo foi homenageado através da série “O Senhor das Jornadas”, lançada em uma sessão especial no Espaço Itaú Glauber Rocha. Em 2015, ele recebeu um tributo também na quinta edição do Festival de Cinema Baiano (Feciba), por meio de uma Mostra Homenagem.

 

Top 10

Enquete

    O como está o nosso site?

    Ver resultados

    Carregando ... Carregando ...